Vida de Chiara

Chiara Corbella è uma mulher nascida ao céu no dia 13 de Junho de 2012. Tinha 28 anos e era a esposa de Enrico Petrillo.foto chiara

Um casal normal, da geração “Wojtyla”, crescido em paroquia “comendo” pão e JMJ.

Depois de ter-se conhecidos em Medjugorje, fizeram o caminho do noivado ajudados pelos frades de Assís e casaram-se em setembro de 2008.

Chiara logo ficou grávida de Maria, mas, infelizmente, depois das primeiras ultrasonografías, à criança foi diagnosticada a anencefalía. Logo, sem nenhuma dúvida os pais acolheram a filha e a acompanharam até o nascimento na terra e , depois de 30 minutos de vida, o nascimento ao céu.

Eu participei do funeral , que foi uma das experiências mais lindas da minha vida. Uma vitória de Cristo sobre a morte, confirmada do pequeno caixão branco e dos pais que escreveram e cantaram, agradecendo e louvando a Deus durante a Missa toda.

Depois de alguns meses Chiara ficou grávida pela segunda vez, e pela segunda vez a ultrasonografía indicou problemas. A criança, desta vez menino, não tinha as pernas. Os pais, sem medo e com o sorriso nos lábios, resolveram levar em frente a gestação.

Eu mesmo conversei com Enrico que me contava a alegría de ter um filho, mesmo sem pernas.

Infelizmente a ultrasonografía do sétimo mês, evidenciou outras malformações mais graves, além de não ter as pernas, a criança era incompatível com a vida.

Também nesse caso os dois jovens com o sorriso (eu vi e acompanhei aquele sorriso que nasce da fé) resolveram acompanhar o pequeno Davide até o dia do nascimento ao céu que aconteceu (mais uma véz) poucos minutos depois do nascimento na terra.

Participei também do funeral de Davide. Dessa vez também muita beleza, muita fé e uma espécie de inveja daquela felicidade vivida apesar da cruz. Uma felicidade que não era falsa ou de circunstância, mas um grande exemplo para muitas famílias da mesma idade.

foto chiara 2Finalmente outra gravidez: Francesco…Todos nós amigos ficamos muito contentes em receber esta notícia e vendo a confiança de Chiara e Enrico na vida.

Muitas pessoas, compreensivelmente, teriam desistido em tentar de novo. Enquanto as ultrasonografías confirmavam que o menino estava sadío, no quinto mês de gestação, outra cruz. Chiara tinha uma grave lesão na língua e, depois duma primeira cirurgía, os médicos diagnosticaram um carcinoma. Apesar disso, Chiara e Enrico quiseram defender esta vida. Não tiveram nenhuma dúvida e resolveram levar em frente essa gravidez, colocando em risco a vida da mãe. Chiara só depois do parto teve a possibilidade de se sotopor a uma cirurgía mais profunda e, logo depois, à quimioterapia e radioterapia. Eu e muitas outras pessoas fomos testemunhas diretos de todas essas provas carregadas com o sorriso no rosto e com uma serena e incomprensível confiança à Providencia. Eu conversei muitas vezes com Chiara e Enrico a respeito do fato que em todas essas provas, nunca eles se deixaram abalar, mas aceitaram a vontade “Daquele que não faz nada por acaso”. E também a respeito do fato que, sempre repetiram a oração cotidiana de Consagração à Maria , que terminava com Totus Tuus…

Poderia contar muitas outras coisas…os meses diffíceis da quimio e radioterapia, o terço em familia da quinta feira à noite, organizado por vária familias amigas, a Consagração do filho deles à Maria na Porziuncola… Agora Chiara nasceu ao céu. E somos muitos as testemunhas desta SANTA vida.

Gianluigi De Palo, 13 de Junho de 2012